10 Dicas para Participação do Pai na Gravidez

10 dias para participação do pai na gravidez

Você quer saber como o pai pode participar da gravidez?

Eu vou dar 10 dicas ótimas para isso.

Assista ao vídeo desta postagem e marque todo papai que você conhece nessa situação!

Hoje em dia a participação do pai está cada vez maior na vida dos bebês.

Os pais querem participar mais e as mulheres querem a participação maior do pai, do companheiro.

Enfim, quando falo “pai” é da pessoa que está ocupando esse lugar e esse papel de acompanhante da mãe.

Nessa jornada, é muito complicado cada um saber qual é o seu papel e essa definição de papéis é muito importante.

Então, eu vou dar 10 dicas de como o pai pode realmente acompanhar a gravidez e participar mais eficientemente da gestação.

Dica #01: participe da escolha da equipe de saúde.

Conversem os dois, o marido e mulher, para saber qual a melhor equipe.

Afinal, essa equipe é que vai cuidar da sua mulher e do seu filho.

Portanto, não fuja dizendo “deixo ela escolher quem ela quiser”.

Vocês têm que escolher quem vocês dois quiserem e conversando pra poder escolher melhor.

Dica #02: acompanhe a sua mulher em todas as consultas e exames.

No ultrassom, por exemplo, onde você vai poder sentir a emoção de ouvir o batimento cardíaco do seu bebê.

Esteja junto dela nessa horas.

Mesmo que ela diga “não precisa, pode deixar, eu vou sozinha”.

O seu lugar é junto com sua mulher, vendo os primeiros ultrassons, o bebê mexendo e sentindo essa emoção.

Dica #03: matricule-se num curso de preparação para casais grávidos.

Você vai encontrar outros pais, outros casais, vai poder esclarecer um monte de  dúvidas.

Vai poder acompanhar melhor a sua mulher e você vai viver esse momento mais intensamente e melhor.

Dica #04: desenvolva sua vida sexual.

Pode sexo na gravidez?

Claro que sim. É ótimo.

Mas, por outro lado, se tiver uma diminuição da vontade de sexo, uma diminuição da libido, tanto do homem, quanto na mulher, isso também é normal.

Tanto faz fazer ou não fazer.

Mas é importante respeitar a vontade da mulher.

Se ela não quiser, tudo bem.

Dica #05: tenha muita paciência.

Muita paciência porque durante a gravidez, a mulher fica muito sensível.

Ela se emociona à toa. Se emociona positiva ou negativamente.

Então é um momento de muita paciência. Entender que ela está precisando de proteção.

Ela precisa do seu carinho, se sentir entendida, percebida.

Vale tudo para ficar muito confiante, muito feliz e desenvolver essa gravidez muito bem.

Dica #06: estabeleça um contato com seu filho.

A partir de 25 semanas de gravidez, o bebê ouve e reconhece a sua voz.

Ele registra isso.

É muito importante você falar com o bebê dentro do útero.

Ele vai se acostumar com a sua voz.

Então, mesmo que você chegue tarde do trabalho, cansado, bata um papinho com ele dentro do útero.

E depois que ele nascer, você vai perceber que realmente ele reconhece a sua voz.

Dica #07: procure se informar.

Procure ler e discutir com ela as revistas, os livros que ela lê, os sites que ela frequenta, as informações que você pode ter pela internet. Compartilhe com ela, converse com ela.

Não tenha medo de dizer que está lendo livros sobre gravidez, parto ou bebê.

Informe-se.

Dica #08: dê palpite no enxoval.

Não se limite a pagar a conta.

Vá com ela escolher o berço, o carrinho, até as roupinhas.

Pode ser um passeio muito interessante.

Pode aproveitar pra ir no cinema, fazer um lanche.

Fazer desse momento um momento gostoso de vocês dois pensando no bebê.

Dica #09: ajude a cuidar da alimentação dela.

Agora, sem cobrança, sem radicalismo.

Não impeça ela de comer as coisas que ela goste.

Não fique preocupado com o ganho de peso dela.

Faça com que ela tenha legumes, frutas, verduras, comidas saudáveis em casa para ela se alimentar bem.

Simplesmente dê apoio para que ela tenha uma boa alimentação.

Dica #10: faça a sua mala para a maternidade.

Não deixe de fazer a sua mala.

Prepare tudo que você vai precisar para dormir com ela na maternidade.

Não espere ela entrar em trabalho de parto. Faça com antecedência.

Quando ela tiver mais ou menos 36 semanas de gravidez, é bom a sua mala estar pronta.

Pronto, com essas 10 dicas eu tenho certeza que você vai ter uma participação mais efetiva e mais afetiva na gravidez de sua esposa.

O Que Levar Para a Maternidade

Informe seus dados abaixo e receba o meu guia gratuito O Que Levar Para a Maternidade, um check-list prático e objetivo para você comprar só o que é realmente útil, poupar dinheiro com itens desnecessários ou errados e preparar a mala do bebê, da mamãe e do papai.

Programa "Tô Grávida e Agora?"

O mais completo programa de apoio às gestantes do Brasil

Escolha o Plano que CABE NO SEU BOLSO sem perder 1 segundo sequer de conteúdo

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá! Como podemos te ajudar?